Londrina (43) 3338-5738   l   Passo Fundo (54) 3315-7604   l   Toledo (45) 3378-1202

Análise de água para irrigação.

No Brasil, fundamentalmente a água para irrigação vem de fontes naturais como rios e represas principalmente. No entanto, tais recursos devem ser usados de forma sustentável. O uso de águas recicladas para agricultura, por outro lado pode trazer impactos sérios à qualidade dos alimentos, à saúde da população e ao meio ambiente. A qualidade da água usada para irrigação é essencial para a produtividade e qualidade das culturas agrícolas, manutenção da produtividade dos solos e proteção do meio ambiente, por exemplo, as propriedades mecânicas e físicas do solo, estrutura do solo bem como a estabilidade dos agregados e a permeabilidade ou capacidade de infiltração da água, sendo estes fatores muito sensíveis aos tipos de íons trocáveis presentes nas águas de irrigação.

Assim, a qualidade da água de irrigação pode ser determinada por análises químicas no laboratório.

Os principais parâmetros a serem analisados em água para irrigação são:

  • Sólidos Suspensos Totais
  • Turbidez
  • pH
  • Sódio
  • Potássio
  • Cálcio
  • Nitrogênio
  • Fósforo
  • Condutividade Elétrica
  • Índice SAR (Sodium Adsorption Ratio)
  • Índice CROSS ( Cátion Ratio of Soil Structure Stability)

Caso a água seja utilizada para irrigação de hortaliças de consumo in natura recomenda-se a análise microbiológica.

  1. Coliformes Totais
Analise o potencial salino da água para irrigação e condutividade elétrica

O excesso de sal é um dos maiores problemas com as águas destinadas à irrigação. A quantidade de sais presentes nas águas pode afetar o desenvolvimento das culturas, degradar o solo e poluir lençóis freáticos. O uso da água com alta taxa salina depende dos seguintes fatores:

  1. Tolerância ao sal pela cultura
  2. Característica do solo sob irrigação
  3. Condições climáticas

A qualidade da água de irrigação tem um papel ainda mais importante em regiões áridas, afetadas por altas taxas de evapotranspiração que pode causar altas concentrações e sais na superfície do solo.

Em geral a água de irrigação tem de baixo a médio teor de sais. (Condutividade elétrica de 0,6 a 1,7 Ds/m ) Conforme tabela abaixo.

INJÚRIA SDT(*) (ppm ou mg/L) dS/m ou mmhos/cm
Nenhum <500 <0.75
Baixo 500-1000 0.75-1.5
Moderado ?1000-2000 1.5-3.00
Severo >2000 >3.0
(*)SDT – Sólidos Diversos Totais

Unidades de medidas de salinidade

A concentração de sal é dada pela quantidade de sólidos dissolvidos totais expressa em miligrama por litro de água (mg/l).

A concentração de sal também pode ser medida pela condutividade elétrica expressa em micro Siemens por centímetro.

A relação ente a concentração de sal (C) e a condutividade elétrica (C.E) é de aproximadamente C = 640. C.E.

Outra forma de expressão é a medida da Condutividade elétrica no Extrato de Saturação do solo.

A relação entre a condutividade elétrica da água de irrigação e a salinidade do solo é CE do extrato + 1,5 CE água quando cerca de 15% da água aplicada drena na zona radicular.

Injúrias provocadas por sódio na água de irrigação

Altas concentrações de sódio na água de irrigação pode causar problemas na permeabilidade dos solos e na infiltração de água. Isto ocorre porque quando o sódio está presente no solo pode ser trocado por cálcio e magnésio adsorvidos nas argilas e causar a dispersão das partículas (cálcio e magnésio são os cátions predominantes no complexo de adsorção. Provocando a estrutura granular dos solos cultivados.

A dispersão resulta na quebra da estabilidade dos agregados. O solo torna-se duro e compactado quando seco com marcante redução na infiltração de água. Este problemas se devem a vários fatores como a taxa de salinidade (veja tabela abaixo) e o tipo de solo. Por exemplo, solos arenosos não serem danificados na mesma proporção dos argilosos.

Sódio e as culturas

Altas concentrações de sódio tornam-se problemas quando a infiltração é reduzida numa taxa em que as culturas não tem água disponível suficiente para sua manutenção, ou seja a condutividade hidráulica é muito baixa para promover a adequada drenagem.

Outros problemas do acúmulo de sódio são : formação de crostas, saturação temporária da superfície, PH muito alto, Aumento do potencial de doenças,plantas daninhas, erosão , falta de oxigênio para respiração radicular e consequente nutrição inadequada.

O que é o Índice SAR?

O índice significa “Sodium Adsorption Ratio (SAR)” , que expressa a atividade relativa dos íons de sódio nas reações de troca com o solo. Esta razão mede a concentração relativa de sódio em relação ao cálcio e magnésio.

SAR é definido pela seguinte equação:

SAR = [C Na] / [ V¯ (CCa + CMg) / 2]
  • C – concentração do íon em mmolc/L
  • Na – sódio
  • Ca – cálcio
  • Mg – magnésio
SAR Notas
Nenhum <3.0 Sem restrição ao uso da água.
Baixo a Moderado 3.0-9.0 Solos devem ser amostrados e testados todo ano para determinar se a água está aumentando o teor de sódio.
Agudo >9.0 Dano severo. Evite o uso.
O que o Índice CROSS?

O índice CROSS ( Cátion ration of soil Structure stability) estabelece a relação semelhante ao índice SAR, mas leva em consideração a força relativa dos cátions sódio, potássio, cálcio e magnésio.

Nas amostras de água para irrigação é possível realizar ainda a análise de contaminantes como chumbo, cádmio,cromo, bário, mercúrio e alumínio, para se verificar o potencial de contaminação das águas com finalidade de irrigação.

Como coletar amostras de água

Para coletar uma amostra de água utilize um recipiente limpo (preferencialmente de vidro) e colete aproximadamente 1 litro de água. Não se esqueça de identificar a sua amostra com uma etiqueta resistente ou anotar no próprio recipiente com caneta permanente antes de enviá-la a Laborsolo Laboratórios.

OBS: Para coletar amostras com a finalidade de análise microbiológica, solicite a Laborsolo Laboratórios o envio do frasco esterilizado para esta finalidade.

Para contratar o serviço entre em contato com a equipe da Laborsolo.

Back to Top