Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604

Análise de Água
Irrigação, Pulverização e Potabilidade

Tipos de Análise de Água para Agricultura

Potabilidade
Avalia a composição inorgânica de água para consumo humano, conforme Portaria 2914/2011 do MS/ANVISA. Inclui a análise microbiológica, química, potabilidade e substâncias que oferecem risco a saúde.

Microbiológica
Avalia a presença contaminantes microbiológicos, como bactérias termotolerantes, conforme Portaria 2914/2011 do MS/ANVISA para consumo humano.

Irrigação
Avalia a qualidade da água para irrigação, através da determinação da condutividade elétrica, salinidade, pH, sólidos totais dissolvidos, sódio, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, enxofre, cobre, ferro, zinco, manganês e molibdênio e índice RAS. E avaliado ainda a presença de contaminantes como chumbo, cadmio, cromo, bário, mercúrio, alumínio.

Pulverização
Avalia a qualidade da agua para pulverização de defensivos agrícolas, através da determinação da dureza (eq. CaCO3) e teores de ferro (Fe) e alumínio (Al), que interferem na atividade de defensivos agrícolas e na vida útil de pulverizadores.

Entenda nosso laudo

Determinação dos coliformes fecais pelo método Colilert. Este parâmetro é excludente para a potabilidade da água.  Assim, se positivo a água esta inviabilizada para consumo humano.

Nestes parâmetros são determinados o pH, o índice RAS, a Condutividade elétrica, Alcalinidade Total, alcalinidade carbonatos, alcalinidade de hidróxidos, alcalinidade de bicarbonatos, dureza e sólidos tostais dissolvidos.  Estes elementos devem ser interpretados segundo a portaria 2914 de 12/12/2011 do Ministério da Saúde.

Determinam-se os constituintes benéficos da água como cálcio, magnésio, potássio, fósforo, ferro, cobre, zinco, manganês e molibdênio. Estes elementos devem ser interpretados segundo a portaria 2914 de 12/12/2011 do Ministério da Saúde.

Determinam-se os parâmetros básicos ideais para potabilidade. Alguns destes elementos não são desejáveis na água. São analisados o alumínio, amônia, cloreto, sódio, sulfato e sulfeto de hidrogênio. Estes elementos devem ser interpretados segundo a portaria 2914 de 12/12/2011 do Ministério da Saúde.

São determinados elementos que oferecem risco a saúde humana e animal e, portanto, devem se encontrar dentro de parâmetros aceitáveis. São antimônio, bário, cádmio, chumbo, cromo, fluoreto, mercúrio, níquel, nitrato, selênio e vanádio. Estes elementos devem ser interpretados segundo a portaria 2914 de 12/12/2011 do Ministério da Saúde