Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604

Análise Física do Solo

Tipos de Análises Físicas do Solo

Granulométrica
Caracteriza a textura do solo, baseada nos teores de areia, silte e argila. É necessária para financiamento de custeio agrícola.

Densidade e Porosidade
Mensura o adensamento e a aeração do solo através da determinação das densidades global e real, e da porosidade. Importante para a avaliação da compactação do solo.

Argila Dispersa em Água (ADA)
Avalia o risco de erosão vertical e compactação, através da determinação dos graus de floculação e dispersão.

Fracionamento de Areia
Determina os teores de areia fina e areia grossa, que influenciam na dinâmica de água de solos arenosos. Utilizado para caracterizar ambientes de produção de cana-de-açúcar.

Entenda nosso laudo

O quadro mostra a composição granulométrica que exprime os respectivos tamanhos de partículas. Mostram os de forma intuitiva e visual e os respectivos teores de areia, silte e argila. Quando solicitada a análise de Fracionamento de Areia (Areia Fina e Areia Grossa), é exibido as diferentes granulometrias das areis. Importante para o estudo de drenagens em solos arenosos.

Neste quadro se verifica a classe textural do solo, baseada na classificação do triangulo de granulometria. Bem como o tipo de solo de acordo com a IN 2/2008 do MAPA, utilizado para financiamento agrícola.

Neste quadro encontram-se os resultados do teor de argila dispersa em água e seus respectivos graus de floculação e de dispersão.

Baseado nos graus de dispersão e floculação o Argilograma mostra de forma gráfica a distribuição da argila em função destes parâmetros. Há uma breve descrição do estado atual do solo em função de erosão e compactação.

Na Caracterização física são apresentados a Densidade Global, que se refere ao solo no seu estado indeformado, Densidade Real, que se refere ao solo deformado também conhecida por Densidade Total. Verifica-se ainda a Densidade Crítica, Densidade Relativa e Porosidade. Cabe destacar que a Densidade Crítica refere-se à densidade global a partir da qual se pode levantar a suspeita de que o solo esteja compactado. Essa informação vem da literatura agronômica e cada textura de solo possui uma densidade crítica específica. A densidade relativa é o resultado da razão entre a densidade global e a densidade crítica, e mostra, em porcentagem, como está a densidade do solo em relação a um valor de referência preocupante em termos agronômicos.