Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604
Npk

Cuide de sua lavoura! Ela é como nós. Faça um check-up e dê o que ela precisa!

Você já deve saber que a deficiência de ferro em nosso organismo leva a anemia, que prejudica o desenvolvimento cerebral, já a falta de zinco dificulta a cicatrização de feridas, a coagulação e o funcionamento da tireóide. A falta de cálcio pode levar a osteoporose e por aí vai. Estão sempre falando disso na TV! Mas uma coisa é certa: você só sabe se precisa de alguma suplementação mineral, depois de ir ao médico e fazer alguns exames.

Imagine que um familiar apresente deficiência de ferro ou cálcio. Você irá começar a tomar o mesmo suplemento receitado pelo médico a ele? (Espero que você tenha respondido que não!) Mas você não mora com ele? Não tem uma alimentação similar? Não são da mesma ‘espécie’?

Pois então! Quando você, sem fazer a devida avaliação da fertilidade do solo e da nutrição de suas plantas, compra aquela fórmula de NPK que está sendo utilizada “por todos os produtores da sua região”, está fazendo exatamente a mesma coisa que tomar um suplemento receitado para outra pessoa. Isso sem tocar na prática da Calagem, onde a situação é mais desvirtuada, ainda.

Sabe o que é pior? Quando você vai comprar antecipado esse adubo ou fertilizante, com fórmula pronta, você está comprando um “remédio” feito para outra pessoa, baseado na “deficiência” ocorrida no ano anterior! Você está tentando ‘remediar’ uma ‘anomalia’ que você nem sabe se irá existir! Essa prática é boa para o comercio do insumo, e não para as plantas da lavoura.

Você já parou para pensar nisso? Se você utilizou uma determinada fórmula na safra de verão, outra na safrinha, será que na próxima safra de verão você irá precisar de tudo isso novamente?

Se a nós, é recomendado realizar ao menos um check-up completo por ano, porque na sua lavoura isso seria diferente? Se após tomar um medicamento ou suplemento, o médico solicita um novo exame para ver a nova situação e acertar a dosagem, porque com as plantas (que também são seres vivos!) seria diferente?

Pense nisso! Seu Engenheiro Agrônomo deve ser o médico e nutricionista da sua lavoura! Faça os ‘exames’ que ele solicitar, confie na sua avaliação e não faça a automedicação da sua lavoura! As consequências podem ser graves! E lembre-se, que o seu bolso é o “órgão” que mais sentirá esses efeitos.

Laborsolo Laboratórios

A Laborsolo Laboratórios atua a quase 30 anos com Análises Agronômicas. Nosso portfólio é amplo (solo, folha, alimento animal, água, fertilizantes e corretivos) e estamos focado no desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no dia a dia do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *