Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604
Fao Livro Economizar Para Crescer

FAO pede práticas mais sustentáveis para garantir a produção futura e evitar a degradação do solo

A Organização da ONU para a Alimentação e a Agricultura (FAO) pediu nesta segunda-feira (18/1) práticas mais sustentáveis para garantir a produção de cereais no futuro perante a degradação dos ecossistemas que foi causada pelo modelo atual.

A FAO lançou em livro (disponível para download apenas em inglês – previsão de lançamento em abril em espanhol) intitulado “Economizar para crescer”, nele são apontados 6 pontos principais:

1. A mudança climática, o esgotamento dos recursos naturais e a estagnação da produção de grãos é uma ameaça a segurança alimentar global. Um terço das terras agrícolas estão degradas e a água disponível para a agricultura diminui a cada ano. Sem contar que a a produção de cereais tem sido afetada pelos eventos climáticos.

2. A mudança climática está afetando a produção de trigo de sequeiro na Ásia, levando-a para regiões menos produtivas e o crescimento populacional pode intensificar a dependência da África do arroz importado.

3. A agricultura baseada em ecossistemas é a única forma viável de aumentar a produção de grãos de forma sustentável. O modelo agrícola postos pela FAO (Save and Grow ou Economizar para crescer) baseia-se nas contribuições da natureza para isso. São cinco pilares: (1) agricultura conservacionista (solos saudáveis, melhoria de cultivos e variedade),(2) uso eficiente da água, (3) gestão integrada de pragas com tecnologias verdes que usam os insumos de forma eficiente, (4) proteger o meio ambiente e aumentar a resiliência à mudança climática e (5) contribuir para o desenvolvimento rural

4. Os países em desenvolvimento, produtores de grãos, já começaram a adotar práticas importantes para uma agricultura sustentável. As inovações incluem: plantio direto, maior uso de leguminosas fixadoras de nitrogênio para melhorar a fertilidade do solo, adoção de variedades mais produtivas e nutritivas de cereais, uso de irrigação por gotejamento e controle de pragas e doenças através do ecossistema agrícola.

5. A agricultura baseada nos ecossistemas podem restaurar a produção nas principais áreas do cinturão de grãos, na Ásia estão utilizando o plantio direto, cobertura morta, arroz de sequeiro e por gotejamento, assim como na América do Sul promovem a integração floresta-agricultura-pecuária na China produzem arroz e pescado de forma integrada.

6. As práticas do modelo “Economizar para crescer” têm aumentado a produtividade dos sistemas agrícolas de baixo consumo. Na África Austral, leguminosas fornecem resíduos ricos em nitrogênio, que aumentam os rendimentos do milho. Na África Oriental, duas pragas graves de milho foram superadas pelo aproveitamento das interações químicas entre plantas e insetos. Na América Central, um sistema agroflorestal preserva árvores, conserva o solo e a água, duplica o rendimento de milho e feijão, e resiste a furacões.

Laborsolo Laboratórios

A Laborsolo Laboratórios atua a quase 30 anos com Análises Agronômicas. Nosso portfólio é amplo (solo, folha, alimento animal, água, fertilizantes e corretivos) e estamos focado no desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no dia a dia do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *