Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604
Milho Safrinha Sorgo Feijao

Milho, Sorgo (safrinha) e Feijão: análise de solo em dezembro e janeiro

A maioria dos produtores já estão acostumados com a coleta de amostra e análise do solo entre os meses de abril a setembro, pensando no preparo do solo para a safra de verão. Não podemos esquecer que se você vai investir na safrinha ou nas culturas de inverno, já é hora de se preparar, o momento pode ser agora.

Não é porque essa é a segunda safra para a maioria das propriedades que se pode descuidar. Dezembro e Janeiro é muito mais do que o período de monitoramento da safra de verão, é também um período de planejamento e cuidados com o solo para a safrinha e para a safra de inverno.

Tanto o milho como o sorgo sacarino são opções para o plantio da safrinha, e assim como todas as outras culturas, também requerem cuidados especiais, principalmente no sentido de avaliar a fertilidade do solo para o seu plantio, após a safra de verão.

Uma excelente opção para quem vai investir na safrinha, ou que vai plantar a 2ª safra do feijão, ou ainda algodão, mandioca e outras leguminosas de outono, é realizar em dezembro ou janeiro a análise do solo.

A coleta pode ser realizada na entrelinha da safra de verão e o produtor que antecipar sua análise de solo tende a conseguir um bom preço para realizar sua análise na aqui na Laborsolo. A principal vantagem é antecipar as necessidades da próxima lavoura, aproveitando o período para ter uma análise de solo mais em conta e com mais agilidade!

Não podemos esquecer, que você pode aproveitar e enviar conjuntamente sua análise de folha, da safra de verão, e de solo para a safrinha/safra de inverno. Entre em contato com nossa equipe e negocie agora mesmo o seu pacote de análises de folha e solo.

Laborsolo Laboratórios

A Laborsolo Laboratórios atua a quase 30 anos com Análises Agronômicas. Nosso portfólio é amplo (solo, folha, alimento animal, água, fertilizantes e corretivos) e estamos focado no desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no dia a dia do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *