Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604

Análise de Tecido Vegetal
(Análise Foliar)

Tipos de Análises Tecido Vegetal

Básica
Determina os teores de macro e micronutrientes no tecido. Importante para avaliar o estado nutricional das plantas.

Determinações de P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Zn, Mn, Zn, Al, Si e Na por via úmida (micro-ondas) por Espectrofotometria de emissão óptica por plasma acoplado acreditadas pelo CGCRE/INMETRO conforme escopo (clique para visualizar)

DRIS
Metodologia que avalia o balanço nutricional das plantas, através do cruzamento entre os teores analisados e um banco de dados de alta produtividade. Incluso na análise básica.

Benéficos e Contaminantes
Determina elementos benéficos, como alumínio (Al), cobalto (Co), níquel (Ni), selênio (Se), silício (Si), sódio (Na) e Vanádio (V) e contaminantes como cádmio (Cd), chumbo (Pb) e cromo (Cr). Incluso na análise básica.

Determinações Especiais – Níquel
Determina o teor de Níquel, considerado elemento essencial, principalmente para plantas fixadoras de nitrogênio. Incluso na analise básica.

Determinações Especiais – Cloreto
Determina o teor de cloreto na planta. Importante para avaliar o balanço cátion-ânion. Não incluso na analise básica.

Determinações Especiais – Nitrato
Determina o teor de nitrato na planta. Importante para avaliar a assimilação do nitrogênio e o balanço cátion-ânion. Não incluso na analise básica.

A Laborsolo realiza a Análise Foliar com DRIS para uma série de culturas.

Soja Milho Trigo
Algodão Citrus Arroz
Feijão Brachiaria Cana de Açúcar
Maçã Banana Uva
Tomate Café Aveia Branca
Cevada Morango Pimenta do Reino
Eucalipto Batata

Entenda nosso laudo

São apresentados os teores obtidos no laboratório e expressos em g/Kg de M.S. (gramas por quilograma de matéria seca). Verificam-se ainda os respectivos Níveis de Suficiência, os quais só devem ser utilizados caso a amostragem das folhas tenha ocorrido por ocasião do florescimento.

São apresentados os teores obtidos no laboratório e expressos em mg/Kg de M.S. (miligramas por quilograma de matéria seca). Verificam-se ainda os respectivos Níveis de Suficiência, os quais só devem ser utilizados caso a amostragem das folhas tenha ocorrido por ocasião do florescimento.

Em determinações especiais encontram-se os valores de Níquel, Nitrato e Cloro. A seguir encontram-se os elementos benéficos como Alumínio, Cobalto, Selênio, Silício, Sódio e Vanádio, e contaminantes como Cádmio, Chumbo e Cromo.

Neste campo são apresentados os Índices DRIS para as culturas que a Laborsolo dispõe de Banco de Dados para a comparação das Normas de referencia DRIS. Os índices são obtidos a partir dos cálculos em função das normas e apresentados sem custo adicional e podem ser interpretados no fertigrama anexo.

O índice de matéria seca e fornecido a partir das Normas DRIS para a respectiva cultura. E usado para comparar os índices de diagnóstico e se encontrar o elemento mais limitante.

O índice de balanço nutricional indica a somatória dos desvios em relação ao ponto ideal das normas DRIS para a respectiva cultura. Quanto maior for este índice, maiores são os desequilíbrios em relação às normas. Portanto, quanto maior este índice, maior o desequilíbrio nutricional. Pode-se interpreta-lo pela cor do fertigrama.

Neste quadro são apresentados os macro e micronutrientes que se encontram em desequilíbrio, tanto por excesso quanto por deficiência em relação ao Índice de balanço Nutricional. Os nutrientes são colocados em ordem de prioridade.

Para completar o laudo de Análise foliar é apresentado o Diagrama Nutricional, que indica o nível de saúde vegetal através de um fertigrama que compara o IBN e o IMS mostrando se a área representada pela amostra analisada encontra-se em equilíbrio ou desequilíbrio nutricional.