Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604
Para 2016

Análise de resíduos de agrotóxicos em alimentos ganha “risco agudo” e fica mais seguro para o consumidor

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou o relatório do Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) para o período de 2013 a 2015, que conclui que quase 99% das amostras dos alimentos analisados estão livres de resíduos de agrotóxicos que apresentam “risco agudo” para a saúde. O risco agudo está relacionado às intoxicações que podem ocorrer dentro de um período de 24 horas após o consumo do alimento que contenha resíduos.

Os produtos que apresentaram o maior risco foram a laranja e o abacaxi, mas como o teste é realizado com a fruta inteira, a própria Anvisa aponta que ao retirar as cascas para o consumo o “risco agudo” fica reduzido.

Nos demais produtos, como mamão, feijão, abobrinha, pimentão, tomate e morango, o risco agudo verificado foi considerado aceitável em mais de 99% das amostras.

Segundo a Anvisa, apesar de as irregularidades apontadas no levantamento “não representarem risco apreciável à saúde do consumidor do ponto de vista agudo, podem aumentar os riscos ao agricultor, caso ele utilize agrotóxicos em desacordo com as recomendações de uso autorizadas pelos órgãos competentes”.

A maioria dos produtos com elevado percentual de ‘irregularidades’, no entanto, se referem mais uma vez as minor crops, culturas de menor valor comercial que possuem poucos produtos autorizados para uso, como é o caso da mandioca, que dos 9 produtos encontrados apenas 1 possui autorização para esta cultura, elevando o percentual de agrotóxicos não autorizados para 89%.

Laborsolo Laboratórios

A Laborsolo Laboratórios atua a quase 30 anos com Análises Agronômicas. Nosso portfólio é amplo (solo, folha, alimento animal, água, fertilizantes e corretivos) e estamos focado no desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no dia a dia do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *