Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604
Produtividade Soja2

Como melhorar a produtividade média da soja no Mato Grosso (e de qualquer outro estado)?

A produtividade média da soja no Mato Grosso tem sido alvo de discussões, o estado não consegue ultrapassar a casa das 55 sacas/hectare mesmo com o aumento de ‘tecnologia’ no campo e isso tem provocado desconforto no mercado.

Mas onde está então o problema?

Tudo indica que o problema não é a “tecnologia”, mas sim a forma como os sojicultores encaram o manejo do solo.
O estado possui solos muito heterogêneos e propriedades áreas muito grandes, o que consequentemente faz com que uma mesma propriedade possua diversas configurações de solo.
O estado possui muitas áreas com solos arenosos, com pouco mais de 15% de argila, o que os tornam mais frágeis, como por exemplo, a questões climáticas.

Então o problema é o solo arenoso?

Não. Absolutamente não. O problema é tentar se produzir a soja (principal cultura da região) através de uma “Agronomia de Manejo” e não uma “Agronomia de Diagnóstico”.
Dr. Roberto Fioretto destaca que as plantas necessitam apenas de água e minerais essenciais que estão presentes no solo, não do solo em si. Então não há diferença entre produzir em solos argilosos ou arenosos, desde que estes parâmetros sejam constantemente avaliados e medidos em cada tipo de solo.
Essa é a função das análises físico e químicas do solo, com essas informações o diagnóstico do manejo é factível, pois o que era invisível agora se tornou visível, favorecendo o entendimento da situação e o estabelecimento do manejo adequado em cada área.

Mas como implementar um manejo de diagnóstico de forma prática e eficiente?

É justamente neste sentindo que o A2P (Agricultura de Alta Performance) pode contribuir para a melhoria da produtividade média e aumento da lucratividade da propriedade. Quando se faz a implantação do SAI (Sistema de Amostragem Inteligente) é possível detectar a variação das composições físico-químicas do solo, estabelecendo Zonas de Manejo baseadas em diagnóstico! Com o diagnóstico preciso da Fertilidade do Solo e o monitoramento nutricional (via análise foliar) é possível disponibilizar os parâmetros exigidos pela soja (ou outro cultura) de modo a potencializar a sua performance, independente do tipo de solo.

Laborsolo Laboratórios

A Laborsolo Laboratórios atua a quase 30 anos com Análises Agronômicas. Nosso portfólio é amplo (solo, folha, alimento animal, água, fertilizantes e corretivos) e estamos focado no desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no dia a dia do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *