Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604
Produtividade2

Estudo mostra crescimento da produtividade brasileira acima de 4% ao ano

Um estudo sobre a produtividade agropecuária brasileira de 1975 a 2014 foi desenvolvido pelo Departamento de Estudos Econômicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) e do Serviço de Pesquisa Econômica do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (ERS/USDA).

Enquanto a produtividade média mundial cresceu 1,84% ao ano, a taxa brasileira cresceu (em todo o período – 1975 a 2014) numa média de 3,53%

É importante destacar que o período inicial do estudo (1975 a 1998) o crescimento foi menor (2,88% ao ano) e o final (2000 a 2014) maior (4,01).

O levantamento apontou ainda alguns fatores que podem ter provocado este aumento significativo do crescimento após 1998.

  1. Quadro geral em que o crescimento global da produtividade mundial acelerou-se após 1990, criando um ambiente mais competitivo, que se reflete em esforços por ganhos de produtividade.
  2. Profundas alterações na conduta da política agrícola e mudanças macroeconômicas (Plano real e mudanças na política cambial em 1999)
  3. Efeito acumulado dos gastos com pesquisa e descoberta de novas tecnologias, como por exemplo: viabilização da segunda safra de verão (safrinha), resistência genética às principais doenças, Plantio Direto na palha e outras práticas de manejo sustentável
  4. Mercado interno, demanda internacional e a inserção do Brasil em produtos que agregam valor.

A política agrícola merece destaque: o ponto principal a retirada do governo de várias e dispendiosas políticas, como a de crédito rural, onde o governo era o principal financiador, a política de comercialização, onde cedeu-se espaço para a entrada da iniciativa privada.

Como resultado desse conjunto de transformações, a produção de grãos saltou de 83,0 milhões de toneladas na safra 1989/90, para 120,0 milhões na década seguinte (Conab, 2015).

Confira os dados da pesquisa:

produtividade-1975-2014

Obs: O conceito de produtividade utilizado é o de produtividade total dos fatores ( PTF ), definida como a relação entre o produto agregado e os insumos usados na produção.

Para ter acesso ao estudo na íntegra clique aqui.

Laborsolo Laboratórios

A Laborsolo Laboratórios atua a quase 30 anos com Análises Agronômicas. Nosso portfólio é amplo (solo, folha, alimento animal, água, fertilizantes e corretivos) e estamos focado no desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no dia a dia do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *