Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604
Amaranthus Palmeri

Mato Grosso declara guerra à Amaranthus palmeri

O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) acaba de publicar uma Instrução Normativa (nº 047/2015) com regras para a contenção e a erradicação da praga no estado. O Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) identificou que o chamado “cururu” chegou ao Brasil ainda em 2014. A espécie, que é a principal erva daninha dos algodoais nos Estados Unidos, foi localizada no estado do Mato Grosso, em áreas cultivadas com rotação das culturas de algodão, soja e milho.

“Plantas do gênero Amaranthus analisadas chamaram a atenção por não manifestarem qualquer sintoma de fitotoxicidade após a aplicação do herbicida glyphosate […] além da resistência aos herbicidas inibidores da ALS”, informa uma Circular Técnica do IMAmt.

Foram identificadas 3 propriedades rurais confinantes entre si e localizadas nos municípios de Ipiranga do Norte e de Tapurah.

Confira o que ficou determinado na Instrução Normativa 047/2015 no infográfico:

indeamt2015-700

Laborsolo Laboratórios

A Laborsolo Laboratórios atua a quase 30 anos com Análises Agronômicas. Nosso portfólio é amplo (solo, folha, alimento animal, água, fertilizantes e corretivos) e estamos focado no desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no dia a dia do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *