Londrina (43) 3338.5738
Toledo (45) 3378.1202
Passo Fundo (54) 3315.7604
Podcast20

Podcast Laborsolo: #20 – Áreas de Refúgio

No podcast de hoje Dr. José Carlos Vieira de Almeira fala sobre a polêmica das áreas de refúgio e o uso de sementes transgênicas.

A discussão gira em torno da dificuldade de manejo adequado entre produtores e engenheiros agrônomos. Dr. Vieira lembra que no Brasil a primeira semente transgênica era a planta de soja resistente a glifosate, um herbicida poderoso, e essa semente teria então resistência à substância, lembrando que há casos também onde a planta é tolerante à substância, mas que com o tempo ela pode se tornar resistente devido ao seu uso repetitivo, o que estaria acontecendo com a buva.

No que diz respeito às sementes BT, Dr. Vieira lembra que este tipo de semente possui uma bactéria que causa doenças em insetos da classe leptoptera, ou seja, borboletas e mariposas. Essas sementes e plantas, quando devoradas por um lagarta, que mais tarde se tornará uma mariposa ou borboleta, levaria potencialmente este inseto a morte, evitando a sua proliferação, no entanto, se uma dessas lagartas não morre após ingerir a semente/planta BT, significa que ela será potencialmente resistente a toxina, que cruzará com outras lagartas, que irá gerar uma população de lagartas resistentes à BT. Para evitar esse cruzamento é preciso deixar áreas de refúgio, com plantas de mesmo ciclo da semente BT, mas com sementes comuns, que irá manter lagartas e mariposas não resistentes ao BT, que quando cruzarem com uma eventual lagarta/mariposa resistente ao BT, irá gerar lagartas não resistentes ao BT. O problema é justamente que, pensando em um possível lucro maior, o produtor planta 100% sementes BT, permitindo que as lagartas criem uma população resistente, exigindo aplicação de inseticidas cada vez maiores, extinguindo a diferenciação da tecnologia BT.

Mostrando que quem cria plantas resistentes somos nós, que utilizamos de maneira inadequada a tecnologia que é desenvolvida, criando cada vez mais plantas resistentes às plantas daninhas e também a insetos.

Laborsolo Laboratórios

A Laborsolo Laboratórios atua a quase 30 anos com Análises Agronômicas. Nosso portfólio é amplo (solo, folha, alimento animal, água, fertilizantes e corretivos) e estamos focado no desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no dia a dia do Agronegócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *